Como fazer SEO para blog – 5 dicas para otimizar seu conteúdo

como-fazer-SEO-para-blog_1

Aprender como fazer SEO para blog é a primeira tarefa para quem deseja ter ganhos recorrentes criando conteúdo na internet.

Até hoje o blog ainda é uma forma de negócio digital segura e escalável, permitindo ter ganhos acima da média, mas é preciso se dedicar para que eles realmente tragam resultados.

Se você tem um blog e está precisando fazer seus artigos aparecerem na primeira página do Google, é importante saber que o SEO vai muito além de apenas colocar palavras chave estrategicamente em um texto.

Com a constante atualização dos algoritmos do Google, as palavras chave são hoje apenas uma pequena parte do que realmente conta para ranquear na primeira página.

Hoje, o algoritmo consegue “ler” o conteúdo mais completamente, assim se você fizer uma otimização com palavras chave relacionadas, já estará deixando seu texto apto a aparecer no resultado das buscas.

O que É SEO?

Se você tem blog, mas ainda está perdido com tantos conceitos, é importante saber que SEO é o conjunto de técnicas que deixam seus textos mais amigáveis para os robôs do Google.

Ou seja, várias práticas que devem ser feitas no conteúdo para atender ao maior número de requisitos que o Google considera como primordiais para que um texto apareça no resultado das buscas que os usuários fazem.

SEO é a sigla do termo em inglês: “Search Engine Optimization”, ou no bom e claro português: “Otimização para mecanismos de busca”.

Qualquer conteúdo na internet precisa ter aplicados algumas técnicas de SEO, seja o artigo do blog, ou a postagem na rede social.

Isso é feito para que o conteúdo seja encontrado de uma forma mais fácil pelos usuários que pesquisam sobre os diversos assuntos que existem na internet.

Como fazer SEO para blog – 5 medidas que vão ajudar ranquear seus artigos

como-fazer-SEO-para-blog_1

Agora que você entendeu o que é SEO e a necessidade de aplicar ele do jeito certo no seu conteúdo, veja abaixo 5 coisas que precisa fazer no seu blog para ter chances de ranqueamento.

1 – Experiência do usuário

Hoje, o local onde as pessoas acessam o conteúdo é muito importante para o Google, pois ele deseja que seus usuários tenham uma boa experiência quando encontram os resultados.

Assim, todo blog precisa ter alguns fatores que proporcionem uma boa experiência para quem acessa.

Dentre esses fatores podemos destacar:

  • Aparência bonita e limpa com áreas clicáveis fáceis de achar (botões de cores diferentes, links sublinhados ou em cor contrastante do texto);
  • Conteúdo de fácil leitura com cor de fundo e letras em destaque, tamanho da fonte fácil de ser lido em qualquer dispositivo;
  • Ser responsivo, ou seja, funcionar corretamente em qualquer tipo de tela, principalmente do celular (a maior parte dos acessos a blogs é feita através de smartphones);
  • Links para saída da página sem o usuário precisar dar “esc”, ou fechar a tela;
  • Menu navegável para o usuário “se achar” facilmente dentro do site.

Esses são apenas alguns fatores, é importante sempre se atualizar quanto aos requisitos do Google e ficar de olho para sempre se adaptar às mudanças que sempre ocorrem com os algoritmos.

2 – Carregamento do conteúdo

Dentro dos requisitos de como fazer SEO para blog outro fator importante é atentar para ter elementos de aparência que carreguem rapidamente.

O layout, as imagens e o conteúdo precisam estar disponíveis em poucos segundos, e você pode saber como está o seu blog utilizando o próprio Search Console, ou instalar o plugin “Site Kit” que é para o WordPress.

Muitas pessoas abandonam páginas que demoram muito tempo para carregar, o que aumenta a porcentagem de “bounce rate” (taxa de rejeição – quantidade de pessoas que saem do site em alguns segundos).

Quando a taxa de bounce rate é muito alta, o Google entende que o conteúdo não é bom, ou que a experiência do usuário não é satisfatória, então ele começa deixar o blog bem lá no final dos resultados.

Para otimizar o carregamento do blog use sempre imagens em média resolução e também tenha um plugin que comprima essa resolução, fazendo o site carregar mais rapidamente.

Tenha também um plugin de otimização do “cache”, pois isso ajuda o blog carregar mais rápido.

3 – Responda perguntas

Procure sempre responder perguntas com seu conteúdo, principalmente se na seção “as pessoas também perguntam” do Google, existirem perguntas com respostas diretas (como eu fiz aqui com o “o que é SEO”).

Esse tipo de conteúdo deixa seu site/blog apto a conseguir um snipett do Google, que é aquele lugar de destaque que aparece logo no começo da página de resultados, dependendo da pesquisa.

Ter um snipett do Google trará muito tráfego orgânico para seu blog, o que ajudará vender mais, então comece a criar conteúdo respondendo às perguntas diretas que são feitas pelos usuários nas pesquisas.

4 – Use as pesquisas relacionadas

Muito mais que apenas repetir uma palavra chave específica pelo texto, usar as pesquisas relacionadas em subtópicos, ou no meio do artigo, também é uma forma de deixar seu conteúdo otimizado de forma natural.

Conforme os algoritmos se atualizam e agora com a Inteligência Artificial, a tendência é que em alguns anos as pessoas nem precisem colocar palavras chave para pesquisar.

Alguns especialistas dizem que em pouco tempo poderemos digitar qualquer palavra ou frase aleatória, e o Google já conseguirá trazer resultados que atenderão a necessidade da busca.

Assim, você pode (e deve) espalhar os termos das pesquisas relacionadas nos seus artigos, e assim ter mais chance de ranqueamento do que apenas usar uma palavra chave específica repetida várias vezes.

Quando falamos de como fazer SEO para blog criar conteúdo realmente relevante é uma forma de atrair mais pessoas para seu blog!

5 – Não esconda o conteúdo

Se você usa o Google Adsense no blog precisa ficar de olho nos locais que permite que os anúncios apareçam.

É importante fazer testes para ver se esses anúncios não escondem o conteúdo de alguma forma, principalmente se permitir que pop-ups abram no meio do texto.

Esse tipo de coisa pode levar as pessoas a informarem ao Google que o anúncio está tampando o conteúdo e, nesses casos, o blog pode sofrer uma penalização.

Lembre-se que o bounce rate (item 2) é um ponto muito importante dentro dos requisitos para ranqueamento, então coloque anúncios apenas nas laterais, cabeçalho e rodapé, deixando a área de texto livre para leitura.

Hoje em dia ter um blog está muito mais fácil que há 5 anos, pois os algoritmos mais inteligentes ajudam a encontrar até o menor indício do assunto dentro dos textos, permitindo mais liberdade na hora de escrever artigos.

Se você quer trabalhar com blog, mas não sabe nada sobre o assunto, conheça meu curso Blog 3K, onde eu ensino passo a passo como criar um blog do zero e chegar até pelo menos 3 mil reais por mês!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.